Alekie Poulain

Archive for the ‘Trip’ Category

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sou uma paulistana apaixonada pelas belezas naturais do Rio de Janeiro. Sempre que posso (graças à mobilidade que meu trabalho permite), fujo de São Paulo para rever a cidade que encanta meu olhar e coração…  Quanto mais vou ao Rio, mais quero voltar. Na maioria das vezes, o coração aperta na hora de ir embora e chego a ficar com os olhos marejados de lágrimas. E o único jeito de diminuir essa saudade é voltando logo para lá!

Nesta galeria, reuni algumas das fotos ao longo de diversas viagens que tenho feito à Cidade Maravilhosa.

Clique para ampliar a foto:

Anúncios


Conforme mostrei no post anterior, passei o reveillon em Maresias e aproveitei pra caminhar na praia todos os dias (exceto dia 1/1 que choveu direto) e fiz umas fotos da praia, já que muitos internautas chegam ao meu blog através da palavra-chave “Maresias”.

Então aí vai um pouco da praia, da natureza ao redor e da nossa maravilhosa Mata Atlântica!

CLIQUE PARA AMPLIAR

* Depois de aberta a janela de visualização, basta clicar na miniatura sob a foto principal pra prosseguir.

Veja mais fotos da trip >> Reveillon em Maresias: cenas da viagem

Praia de Maresias: vista do deck da casa <<foto by alek>>

Fazia tempo que preferia passar reveillon em São Paulo pra fugir dos engarrafamentos e transtornos típicos da data. Mas a sorte colaborou e consegui ir e voltar tranquilamente pro litoral norte de Sampa – sem trânsito algum! Viajei com a turma da Unidade DeRose – Vila Mariana para Maresias, onde alugamos uma casa com vista panorâmica para a natureza! Acordar vendo esse visual faz bem ao olhos e ao coração…

Ficamos em uma casa cravada na Mata no Canto do Moreira. Do lado direito, você vê o trilho do elevador pra subir o morro. <<foto by alek>>

Aqui você confere como era o percurso do elevador:

Nessa hora, estava indo praticar yôga na praia com a galera

Vista Interna: Raphael Cagnoto lê livro no deck. Foi ele que deu minha primeira aula de pré-yôga em maio de 2007. Não é à toa que adorei a prática logo de cara! <<foto by alek>>

Turma na Cozinha: Gi, Kiko, Gus (meu instrutor e diretor da Unidade Vila Mariana), Marco e Gabs <<foto by alek>>

Falando em cozinha, a galera dava show de organização e trabalho em grupo. Enquanto um comandava o fogão, uma equipe lavava, enxaguava, secava e guardava, enquanto outra preparava os alimentos, arrumava a mesa e, no final, cada um lavava seu prato, copo e talher. O resultado é que mesmo com uma turma gigante, a cozinha estava sempre em ordem. Nota 10 pra todos!

À frente, Estelita e Rô (minha instrutora). Acima, Lu, Grazi, Adri e eu. Atrás, Lívia, Danilo e Marco

Sat-chakra na nossa casa reúne cerca de 80 pessoas, entre instrutores e alunos das Unidades DeRose Vila Mariana, Vila Olímpia, Brooklin e Anália Franco. A hora dos mantras foi demais! Vários instrumentos, vozes, energia pura.

O instrutor Thiago Arruda puxa o mantra. Foi por causa de um panfleto que ele me entregou na rua há quase três anos que conheci a unidade onde pratico Swásthya Yôga/Método DeRose.

Como era noite, o vídeo está escuro, mas quis gravar o áudio, pra você ter uma ideia da vibe do mantra (se bem que ao vivo, estava zilhões de vezes mais alto e contagiante). O WordPress não está deixando eu fazer upload do MP3, então vai o vídeo no escurinho mesmo!

Na noite do reveillon, meus queridos instrutores Fernando e Rapha foram os Djs da balada que reuniu toda a galera das quatro escolas! O set do ano novo começou com "I feel love" da Madonna e enveredou para electrohouse com direito a Vive la Féte. Amo! <<foto by alek>>

Alto Astral na Virada: eu, com modelinho flower-power, Adri (roomate na trip), Mari (minha instrutora nas aulas de sexta) e Mari (colega nas aulas do Fê)

Fiquei uma semana na praia e aproveitei pra:

  • Comer açaí com kiwi todos os dias na Barraca do Sandrinho
  • Tomar sorvete Rochinha de groselha
  • Lavar a alma, mergulhar, deixar as ondas darem aquele “sacode” bom na cabeça e, outras vezes, passar por baixo delas como uma sereia
  • Respirar maresia
  • Caminhar todos os dias na areia fofa – de preferência duas vezes ao dia (totalizando 12 km)

Numa dessas caminhadas, aproveitei pra tirar umas fotos de Maresias – uma das palavras mais procuradas no blog Alekie Poulain, segundo estatísticas. Confira no próximo post uma galeria de fotos que vou fazer da praia e da bela mata atlântica ao redor!

Caminhada na praia: 4 km pra ir mais 4 pra voltar fortalece

Canto do Moreira: mata atlântica, surf e moçada <<foto by alek>>

Mais fotos? Veja aqui > Maresias: galeria de fotos by Alekie Poulain

Sempre que tenho reunião na CPFL Energia em Campinas, dou uma paradinha em Vinhedo pra matar a saudade de minha família, contemplar o verde e sentir cheiro de mato. Da última vez que estive lá, no início de março, eu e minha mãe aproveitamos o fim de tarde para fazer nossa caminhada e tirar fotos da natureza. O céu, pra variar, deu um show de cores…

Pôr do Sol na represa 1 de Vinhedo

Pôr do Sol na represa 1 de Vinhedo. << Foto by Alek >>

Essa foi a nuvem mais bizarra que já vi em minha vida. Ela estampava o céu no "dia seguinte" que o asteróide passou raspando a Terra. << Foto by Alek >>

Essa foi a nuvem mais surreal que vi em minha vida. Ela estampava o céu no "dia seguinte" que o asteróide passou raspando a Terra. << Foto by Alek >>

A natureza dá show todo fim de tarde...

A natureza dá show todo fim de tarde. << Foto by Alek >>

Olha isso, que céu abençoado...

Olha isso, que lindo... << Foto by Alek >>

Poesia Pura: eu e mumi amamos ver o nascer e o pôr do sol

Eu e mumi amamos a poesia do nascer e pôr do sol. << Foto by Alek >>

A noite vem chegando devagarinho.

A noite vem chegando devagarinho... << Foto by Alek >>

Anoitecer lilás... << Foto by Alek >>

...e dá um tom lilás mágico ao anoitecer... << Foto by Alek >>

Depois dos dois últimos posts com “fotos poluídas” de Sampa, meu blog precisava de equilíbrio ecológico com imagens do verde que é a cara do Brasil: a Mata Atlântica. Se São Paulo é a cidade da beleza erguida com materiais de construção, a Mata Atlântica é a beleza esculpida pela natureza brasileira, exuberante em sua diversidade.

Quanto vale a natureza?

Estou muito envolvida com discussões sobre sustentabilidade. Diante do aquecimento global, vai ficando cada vez mais evidente o papel de peso que o Brasil terá nesse tabuleiro justamente por sua natureza abundante e sua biodiversidade. Cabe a mim, a você e a todo mundo valorizar, preservar e defendermos nossa maior riqueza diante do aquecimento global que sentimos literalmente na própria pele.

Precisamos fazer nossa parte e voltar às origens, reflorestando nosso devastado habitat, revendo valores e adquirindo hábitos sustentáveis de consumo. Aliás, a era do consumo desenfreado e do desperdício acabou e está totalmente “fora de moda”. Como dita a natureza e a teoria de evolução das espécies: precisamos nos adaptar. Nosso futuro depende disto.

Itacaré: um lugar onde praia e Mata Atlântica dão um show

Trilha para praia da Engenhoca em Itacaré (BA) - Foto by Alek

Trilha para praia da Engenhoca << foto by Alek >>

Alek, os hibiscos e a praia de Itacarezinho ao fundo

Alek, os hibiscos e a praia de Itacarezinho << foto by Flavinha >>

I love flowers in trees.

Flowers in Trees : amo << foto by Alek >>

Mangue: vegetação fecha no topo, parece uma catedral da natureza (Foto by Alek)

Mangue: parece uma catedral da natureza << foto by Alek >>

Biodiversidade assegurada pelo mangue

Biodiversidade assegurada pelo mangue << foto by Alek >>

Surf emoldurado pela Mata Atlântica (foto by Alek)

Parece Pintura: surf emoldurado pela Mata Atlântica << foto by Alek >>

maresias_1
No fim de semana, deixei a cidade de pedra para trás e fui para Maresias (foto). Eu precisava dar um mergulho no mar. A praia estava linda, muito sol, céu azul e mormacinho. É incrível o quanto uma rápida fuga pro litoral já recarrega as baterias depois de uma semana cheia de compromissos em Sampa.

Home-Office na Praia: um sonho pra sonhar (e fazer acontecer)

dsc02558Sou apaixonada pela costa de São Sebastião com aquelas prainhas emolduradas por mata atlântica exuberante. A viagem pela Rio-Santos, aliás, é um espetáculo para meus olhos. Penso muito em fugir de Sampa pra viver em uma casa de praia em algum lugar como Toque-Toque ou Camburi.

Na minha profissão, eu preciso de um home-office , ou melhor, um coast-office! Tecnologia para estar conectada a tudo e todos já existe. Faz tempo, afinal, que o mundo não tem mais fronteiras nem distâncias…

O que é infraestrutura pra você?

dsc02284Outro dia, falando sobre este sonho (antigo) a algumas amigas, elas questionaram que o litoral norte não tem infraestrutura e que eu ia enjoar. Aí a Flavinha (uma de minhas top-friends há 20 anos) disse: “Esse estilo de vida é a cara da Alek. Ela não liga para confortos urbanos…”

No fundo, eu preciso de pouco pra ser feliz: tenho raízes caboclas (misturadas às raízes russa e italiana) e amo uma vida simples e despojada perto da natureza. Depois que minha mãe mudou-se para o interior, ela virou o maior Chico-Bento do pedaço (eu a chamo de Chica Benta, inclusive) e meu pai é um daqueles gringos que ama mato e a vida selvagem. A influência parte, portanto, do seio da família…

Jardim da Gatacine

Enquanto isto, meus olhos buscam o verde nos detalhes…

E mais, infraestrutura, pra mim, não é dispor de um centro de consumo pra comprar até o que não preciso por puro hobby. Pelo contrário, infraestrutura é ter uma vida sustentável, é poder ver o nascer e o por do sol; é ver o verde em abundância; é ouvir o som das ondas do mar; é contemplar a natureza todos os dias pra me inspirar; é ver as árvores florescerem; é praticar esportes ao ar livre; é sentir o perfume do mato e da terra molhada depois da chuva; é ter uma horta com tudo o que adoro pra preparar comidinhas saudáveis e sucos com a fruta tirada do pé…

E se batesse um tédio?

Ah, isso nunca iria acontecer… No fabuloso universo de Alekie Poulain, há sempre uma infinidade de coisas pra fazer, ver, contemplar, escrever, ler, aprender, investigar, inventar, criar…

o mundo da lua é meu habitat

Rabiscos de Alek: quando o assunto é imaginação, o céu é o limite…

Veja Também

>> Maresias: galeria de fotos by Alekie Poulain

>> Reveillon em Maresias: cenas da viagem


Twitter da Alekie Poulain

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Arquivos