Alekie Poulain

Archive for the ‘Hobbies’ Category

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sou uma paulistana apaixonada pelas belezas naturais do Rio de Janeiro. Sempre que posso (graças à mobilidade que meu trabalho permite), fujo de São Paulo para rever a cidade que encanta meu olhar e coração…  Quanto mais vou ao Rio, mais quero voltar. Na maioria das vezes, o coração aperta na hora de ir embora e chego a ficar com os olhos marejados de lágrimas. E o único jeito de diminuir essa saudade é voltando logo para lá!

Nesta galeria, reuni algumas das fotos ao longo de diversas viagens que tenho feito à Cidade Maravilhosa.

Clique para ampliar a foto:

Anúncios


Conforme mostrei no post anterior, passei o reveillon em Maresias e aproveitei pra caminhar na praia todos os dias (exceto dia 1/1 que choveu direto) e fiz umas fotos da praia, já que muitos internautas chegam ao meu blog através da palavra-chave “Maresias”.

Então aí vai um pouco da praia, da natureza ao redor e da nossa maravilhosa Mata Atlântica!

CLIQUE PARA AMPLIAR

* Depois de aberta a janela de visualização, basta clicar na miniatura sob a foto principal pra prosseguir.

Veja mais fotos da trip >> Reveillon em Maresias: cenas da viagem

Mês passado, entre uma correria e outra, minha turma conseguiu dar um jeito de se ver e celebrar a vida. Alguns desses momentos foram fotografos. Pouco a pouco, vou mostrar aqui quem são os amigos-irmãos que tanto amo! Até porque não gosto de perder a oportunidade de demontrar o que sinto por quem mora eternamente em meu coração.

ALESSANDRA DAGA

Eu e Ale Daga na cerimônia de entrega da panela de lentilha após um ano comigoEu e Ale na cerimônia anual da entrega da panela de lentilha!

Ale é executiva de marketing no Grupo Iguatemi. Nos conhecemos em meu primeiro emprego, em meados dos anos 90. Trabalhamos juntas em duas empresas, moramos juntas em São Paulo e Londres e nossa vida é repleta de coincidências. Um dos aspectos curiosos é que todo mundo acha que somos irmãs. Até meu irmão e o pai dela (entre muitos outros) já chegaram a nos confundir (principalmente quando a cor do cabelo e corte estão similares). Pra complementar, temos um jeito parecido e, embora tenhamos letras diferentes, nossa assinatura é absolutamente semelhante.

Amiga sábia, amada, fofa, divertida. Somos maduras, mas sabemos virar criança na hora da brincadeira. No último encontro, levei a panela de lentinha dela que estava comigo até agora desde o reveillon 2008! Daí como nada deve ser banal nessa vida, criamos a cerimônia anual de entrega da panela de lentinha, um ritual como aquele da entrega da tocha olímpica!

RAFAEL AUGUSTO

Rafa twittando. É cada uma que ele manda…

O Rafa é demais (www.twitter.com/rafaguto). Ele é casado com meu amigo Cau (abaixo) e fui madrinha deles no cartório. É a irreverência em forma de ser humano, dono de um bom gosto absurdo (ele é o responsável pelo site Madonna Online) e sempre faz a gente virar do avesso de rir. Conheci ele numa pontocom em 2001 e logo ficamos amigos e viramos parceiros criativos.

Trabalhamos depois na área de internet da Bovespa (eu como redatora e ele como designer) e, na hora do almoço, íamos malhar na Bioritmo do Centro. Um era a sombra do outro. Amigo para a hora da alegria e para os momentos mais punks da vida.

Hoje escrevo notícias para o site da Link Trade, corretora de valores onde o Rafa trabalha como designer. Mas como a vida não é feita somente de trabalho, outro dia, o Rafa me chamou pra tomar sol em uma tarde azul e foi uma delícia!

Estou falando que o Rafa é irreverente…

CLAUDIO FULLGRAF

Cau: entre um voo e outro, uma pausa para curtir a piscina

O Cau é querido, fofo, gentleman, espirituoso e perfeccionista – minha mãe e nona o amam! Ele é comissário de bordo da TAM e também vive twittando entre uma decolagem e outra (www.twitter.com/caufullgraf) pelos aeroportos do mundo narrando os bastidores da aviação, hotéis, arredores e translados!

Um de seus pontos mais marcantes é a maneira impecável como recebe os amigos em casa: a gente sempre se sente na primeira classe da melhor companhia aérea do mundo! Ah, sim, ele arrasa muito também no quesito gourmet! Sabemos que vamos ter cabelinho branco e estaremos caminhando juntos e nos divertindo, se Deus quiser!

Fim de tarde no prédio do Cau e Rafa: que dia gostoso

MAIRA COSTA

Maira dança em primeiro plano, enquanto Ale e Rafa agitam a cena ao fundo

Sócia da agência de marketing de Inovação “Think Twice”, Maira é uma grande amiga, criativa, espirituosa, inteligente, empreendedora e super antenada em tecnologia (se duvida, acompanhe: www.twitter.com/maira_costa)! Ela nunca perde a calma e a feminilidade nem quando está furiosa. Capricorniana assim como o Rafa, tudo que ela toca tem profissionalismo!

Conheci essa amiga querida em 2000 na mesma empresa onde conheci o Rafa e também trabalhei com a Ale. Naquela época, Maira era designer e eu redatora na época do boom dos portais de conteúdo. Dali pra frente, nossa amizade só se fortaleceu. É amizade pra hora da alegria e do obstáculo. É amizade pra sempre!

RINARA FERREIRA

Eu e Ri

Conheci a Ri em 2002 através do Rafa. Onde ela chega, lá se acendem os holofotes! Ela é dona de um carisma, brilho, simpatia, energia positiva, irreverência e extravagância que só ela tem – tem que ver ao vivo, fotos não conseguem retratar isso. Geminiana, ela arrasa nas tiradas espirituosas. Se um dia eu escrever um roteiro de filme, seriado, curta, o que for, pensaria em uma personagem pra ela! É muito figura! Mas apesar de brincalhona e truqueira, a Ri também é séria na hora de trocar uma ideia e dar um bom conselho.

Em um mundo onde as mulheres não sabem admirar a outra, porque sentem recalque e dor de cotovelo, ter amigas-sister como a Rinara, a Ale, a Maira, a Flavinha, a Carla, a Mila, entre outras queridíssimas, é um verdadeiro tesouro.

—- x —-

O melhor é que juntar essa turma no mesmo panelão
sempre rende o maior caldo!
Sai todo mundo energizado!

Que bom estar no alto << foto by alek >>

Amo meu home-office.
Me concentro, me interiorizo, me inspiro, crio.
Em vez de perder tempo, produzo.
Nosso tempo é precioso.

A chuva vem de lado e lava a sacada << foto by alek >>

Escrevo três notícias diárias para o site da corretora de valores Link Trade.
O nome da coluna é “Destaques do Mercado”.
Entre um texto e outro, observo a tempestade tomando jasmine tea.
Logo mais terei que enfrentar o caos.

Proibido Estacionar: trânsito básico na Av. Brasil << foto by alek >>

Já que está no caos, abstraia.

Faz de conta que estamos no meio da selva. Ao fundo, a famosa Rua Cuba. << foto by alek >>

Cheguei!

Vamos fazer uma expedição na produtora pra ver as novidades!
Olha a última arte – ideia do diretor Marcelo Galvão.

Subindo pelas Paredes: grafite dá o ar da graça << foto by alek >>

O jardim da Gata virou cenário << foto by alek >>

Dá pra fazer muita animação gráfica aqui << foto by alek >>

Sensorial << foto by alek >>

Há um portal que conduz a outro reino... << foto by alek >>

Ciclovia do Ibira: Alekie Poulain envereda pelo verde em São PauloPaz de Espírito: Alekie Poulain envereda pela Ciclovia do Parque do Ibirapuera
<<foto by alek>>

Sinto liberdade quando saio pedalando pelo bairro rumo ao Ibira. As calçadas têm guias rebaixadas, então enquanto os carros se amontoam no asfalto, vou livre, leve e solta pro parque, levantando as folhas secas do chão por onde percorro. Essa brincadeira por si só já transmuta a energia do dia pra melhor.

Depois de um certo agito pra cruzar a avenida Ibirapuera e finalmente a Av. Quarto Centenário – ufa – consegui chegar ao oásis paulistano que tanto amo!

Pouco a pouco a mata vai fechando. Respiro. Verde é vida! <<foto by alek>>

Pra aquecer e oxigenar a mente, começo o trajeto pela ciclovia de terra que contorna o parque sentido Quarto Centenário >> República do Líbano. De bike, é perfeita pra esvaziar a mente e flutuar pela natureza, já que você tem que se concentrar pra desviar de pedra, tronco, raiz, lama e afins.

Logo estou em alfa. Percorro a trilha até o fim (de onde se vê o Monumento das Bandeiras, o lago, o Obelisco) e volto. Quando finalmente chego ao portão 4, ali por onde cheguei, saio pedalando pela ciclovia no asfalto. Depois do aquecimento, pedalar acelerado é tudo de bom. Com a endorfina bombando, parece que vou sair voando igual ao garoto do E.T.

Dou vários voltas, conforme o tempo que tenho. Gosto de parar no Sabor Ibira do lado do Planetário pra tomar um suco “Natureza” (melancia, abacaxi e hortelã – 500 ml) – dá uma super hidratada. E se a fome aperta, um açaí é sempre perfeito.

Ciclovia: eu e Deus! Como amo esse parque... <<foto by alek>>

Olho no relógio e vejo que a aula de yôga vai começar em 23 minutos. Não resisto e, pra fechar, dou mais duas voltas na ciclovia de terra paralela à pista de corrida. Que delícia, que paz. Eu e Deus…

Mas é hora de voltar pra civilização e vou voando pra chegar a tempo na aula! Nessa hora, o trânsito na Av. Ibirapuera é pesado, os motoristas param seus carrões sobre a faixa de pedestre – tipo “nem aí” – e eu prossigo rumo à Uni-Yôga, onde encontro amigos queridos com quem treino dia após dia.

Olhos fechados, a vida pulsa, minhas emoções se aquietam, a prática de swásthya yôga começa. Que alegria sinto por estar ali, superando os limites do corpo e da mente. Enquanto fortaleço meu corpo físico e energético, abstraio de tudo. Solto o que não preciso carregar. Elevo minha consciência. Percorro anos-luz. Esvazio a mente. Sinto amor. Sinto plenitude. Sinto força. Saio sempre transformada. Mas isso é assunto pra outro post!

Energizante:  Swásthya Yôga forte pra coroar o dia

Como o blog Alekie Poulain tem soundtrack, aí vai a música pra aquele dia que você acorda, abre a janela e vê um dia azul brilhando como um sonho diante de seus olhos!

Oh my life is changing everyday
Every possible way
Though my dreams, it’s never quite as it seems
Never quite as it seems

I know I felt like this before
But now I’m feeling it even more
Because it came from you

Then I open up and see
The person fumbling here is me
A different way to be

I want more, impossible to ignore
Impossible to ignore
They’ll come true, impossible not to do
Impossible not to do

Now I tell you openly
You have my heart so don’t hurt me
For what I couldn’t find

Talk to me amazing mind
So understanding and so kind
You’re everything to me

Oh my life is changing everyday
Every possible way
Though my dreams, it’s never quite as it seems
‘cause you’re a dream to me
Dream to me

Parque do Ibirapuera: fim de tarde 10 <<foto by alek>>

Ibirapuera: fim de tarde no parque é tudo de bom <<foto by alek>>

Depois de uma gincana intensiva de trabalhos, ontem sai pedalando para o Parque do Ibirapuera para oxigenar o corpo e mente, sentir o vento batendo na cara e o cabelo voando, solto, livre!

Como sou redatora, passo muitas horas escrevendo, sentada, concentradíssima. Por isso, na hora que saio do transe, preciso recarregar a bateria: tudo o que eu mais quero é mexer o corpo, praticar esporte, ver árvores, fazer swásthya yôga, espairecer, abstrair, não pensar em nada, apenas sentir alegria de viver e esquecer, por um momento, que o tempo corre.

Endorfina: a noite chega e eu quero pedalar pra sempre <<foto by alek>>

Com endorfina, a noite chega mais gostoso no Ibira <<foto by alek>>

Pedalei, pedalei, pedalei e emendei duas aulas deliciosas de swásthya pra alongar o corpo e me energizar: a aula da Rô foi puxada, ela deu vários ásanas de força e permanência. Na sequência, na aula do Gus, o foco foi flexibilidade e permanência. Depois de todas as atividades, sai totalmente alfa, leve, de bem com a vida e pedalei de volta pra casa. Cansada? Imagine! Ainda fui fazer mercado e preparei um jantarzinho! Amo!

yogaTudo é energia: cuide bem da sua!


Twitter da Alekie Poulain

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Arquivos